terça-feira, 20 de fevereiro de 2007

O meu Carnaval

Hoje era e é o dia em que todas as crianças esperavam ansiosamente para vestirem os seus trajes carnavalescos. Pois bem, os meus não variavam muito de ano para ano, mas só o facto de me vestir diferente dos dias normais e de me puder pintar, era uma alegria.
Nunca tive a possibilidade de comprar fato nenhum, eu bem os via, pendurados na Casa Milho, a ex libris da cidade de Évora, no que toca a fatos e acessórios para o Carnaval, mas era tudo muito caro e não podia comprar nada. Mas isso não era problema, dias antes desta época começar, a minha avó fazia-me a fatiota, aproveitando roupas antigas e tecidos velhos que tinha lá por casa. Normalmente vestia-me de “Dama Antiga”, que consistia num traje ligeiramente majestoso, com uma saia comprida e uma bolsinha que trazia sempre na mão cheia de papelinhos e serpentinas. Aqui vos deixo a foto de quando tinha 10 aninhos e adorava andar mascarada, ainda hoje gosto, o pior é que na bela cidade de Évora o Carnaval foi enterrado e nunca mais voltou, com grande tristeza minha e acredito de muitos habitantes desta bela cidade. Um bom Carnaval para todos.
Boa diversão. São os votos da redacção d’ Os Verdes Anos.



posta metida por: Carla Pimenta da Silva a 20.2.07

0 comentário(s)