segunda-feira, 29 de janeiro de 2007

Cassete Pirata 2 - O Walkman

Poder escutar uma música a qualquer hora e em qualquer lugar é algo que o homem descobriu ainda na década de 60, quando apareceram os primeiros rádios AM de pequenas dimensões. O produto que continuou ganhando popularidade na década seguinte antecipava o verdadeiro responsável pela primeira febre da música portátil, o Walkman.

O Walkman surgiu de uma ideia da divisão de gravadores cassete da japonesa Sony. A proposta era unir o gravador de mão, tradicionalmente vendido a jornalistas, com um par de headphones (grandes e com esponja). Estava pronto o aparelho que muitos elegeram responsável por uma mudança na forma de consumir música e um ícone cultural.
A criação do nome, contudo, não foi tão simples assim. A primeira ideia foi Stereo W
alky, sugerindo a noção de portabilidade. Contudo um rádio portátil da Toshiba já usava nome similar. A segunda opção, Walkman, quase foi rejeitada por soar deselegante, mas acabou sendo oficializada.
A febre Walkman pegou de vez em 1981, quando outras fabricantes lançaram seus produtos para a nova categoria de electrónicos. Alguns exemplos são o Stero Walky, da Toshiba, e o Stero-To-Go, da Panasonic.

Anos mais tarde, ainda tenho o meu velhinho CASIO, com rádio AM/FM incluído. Uma autentica maravilha tecnológica, pois já rebobinava e desbobinava a cassete.
Durante o meu ciclo e princípios de secundário foi meu companheiro de grandes caminhadas, e também de algumas aulas chatas.

posta metida por: Ricardo Granjeia a 29.1.07

0 comentário(s)