sábado, 11 de março de 2006

Spectrum

Outra das glórias dos verdes anos foi sem dúvida aquele teclado cinzento ou preto (no meu caso) de nome Spectrum!. O Spectrum era nada mais nada menos que um pequeno computador, em que servia unica e simplesmente para jogar, se bem que os mais cromos, utilizavam-no para desenhar, fazer novos jogos, mas eu, só o usava para a jogatana. Aquele ruido caracteristico dos jogos a carregar e a eternidade que os mesmos demoravam a carregar, assim como a desilução dum jogo que demorara horas a carregar, no momento de "entrar" e que lhe dava o baque e voltava tudo ao inicio, deixam uma nostalgia no coração da geração "verde".

Este computador, bastava ligar à TV, para nos dar horas e horas e horas de divertimento, falo por experiência própria, pois o meu, ao fim de uma semana, foi directo pr'á fábrica, com a placa de teclado queimada, tal não era o desgaste! Os jogos, vendido em cassetes na maioria das casas de electrodomésticos (OLIVA, por exemplo) eram deliciosos, com gráficos únicos, de salientar alguns hits tais como, Chucky Egg, Pacman, OutRun e sem falar no grande Café Paradise, o primeiro jogo hard-core português que educou muito teenager da década de 80. O meu "Spectrum" era igual ao da imagem em baixo, com pistola e tudo, incluindo uma mega cassete com jogos do James Bond - uma delicia!!!!

Para ouvir o "spectrum" a carregar um jogo, cliquem aqui

posta metida por: Ricardo Granjeia a 11.3.06

4 comentário(s)